sábado, dezembro 19, 2009

Party!

Hellow, everybody! Just want to say that yesterday was one of the best days of my life! I`m serious!
Wow, I`m a little drunk and high, okay, but it was fantastic! I HATE YOU, Adler Hugh! I really mean that! Hope you`ve noticed by now... ;)
AHAUhAUHAuAHuAHA
Guys, I just gave the finger to him a few hours ago! It was GREAT!
By the way, tomorrow I`ll be going HOME again! HOME! With MY money, isn`t that great???
By the way, Kim, I love you too. :D
Ok, ok, I`m really going now.
Kusses, people.
I know u guys luv me! :D

terça-feira, dezembro 01, 2009

Mes de Sorte

White Rabbit! No folclore ingles, diga `White Rabbit` para a primeira pessoa que vir no primeiro dia do mes para ter sorte... vamos la! White Rabbit, everybody!

Back to Black

Pois eh povo, dias de paz acabaram e o blog volta as suas atividades `normais`. Ta certo que meu `mes corrido` durou na verdade 7 meses, mas da pra me perdoar. Escrevi umas coisas legais e acho q to bem melhor agora q qndo comecei aqui, entao, leitores imaginarios, a gente se esbarra. :)

Paper Wings

Voce poderia ser naquele momento tudo o que eu sempre sonhei em ser se tivesse nascido quem eu gostaria de ter nascido. Voce era quem eu gostaria de ter nascido, e tinha todas as chances para se tornar essa pessoa, mas estava ali, parado no tempo, alheio a todas os “grandes acontecimentos” do mundo civilizado, mas ainda, era quem eu sonhava ter nascido. Mas cara, eu nunca poderia ter tido a consciencia pra ter entendido o que entendo agora naquele momento. Nao devia, nao poderia, nao tinha tido chances, e nao funcionaria bem se eu o tivesse feito. So agora entendi o quanto os ditos “defeitos” sao importantes, gracas ao “Gabriel” frustrado que voce era, do meu ponto de vista.

Ainda tenho duvidas ate hoje em relacao a detalhes importantes de tudo. Sera que voce sabia disso tudo, ja aquela epoca? Ou formulando melhor: sera que voce sabia que sabia de tudo entao? Sao perguntas que talvez um dia voce me responda, quando descobrir.

Teaser

"Voce me irritava profundamente. E talvez por isso tenha sido tao dificil de resistir. * Voce era o que sempre idealizei mais profundamente, algumas vezes sem saber eu mesma, e estava ali ao alcance de minhas maos. Mas era bruto, primitivo, selvagem. Voce precisava, no meu ponto de vista, ser lapidado, e muito. Nao sabia se valia o risco, nem tinha maturidade para gastar energia demais nisso. Queria mais que se fodesse."

domingo, maio 31, 2009

Dados

Sim, paredes, estou viva.
Depois posto algo razoavel.
Mes corrido.
:)

sábado, maio 09, 2009

"E se eu pudesse entrar na sua vida"

"...E se ela um dia despencar do ceu
E se os pagantes exigirem bis
E se um arcanjo passar o chapeu..."

As vezes me distraio tanto ouvindo a esse trecho, que chego a me questionar se o proprio Chico Buarque consegue entender a profundidade dessas frases. Nao por deficiencia sua, mas por genialidade demais das palavras.
A cada vez que escuto, consigo chegar a pensamentos diferentes sobre a quantidade inacreditavel de constatacoes que essas 3 linhas me passam.
So isso.

domingo, maio 03, 2009

The Clone Wars

Acabei de assistir a “Star Wars: The Clone Wars”, e a decepcao deu lugar a surpresa.

O primeiro filme da serie Star Wars nao dirigido por George Lucas tem claramente o objetivo de atingir outro publico alem do costumeiro fa da serie. O foco eh na acao e humor, tenha isso em mente.

A surpresa (ainda nao decidi se aconteceu pela falta de George Lucas ou o apelo infantil) foram inumeros erros perdoaveis, mas que nunca ocorreram durante os filmes. Proximo ao final, a citacao de “3 formas de vida detectadas” (se referindo a Anakin, Ahsoka e o robo R2-D2) me deu calafrios. Alem do grito de “Oh my God” de um androide ao cair do penhasco. E talvez seja minha idade, mas as piadas relacionadas aos androides de batalha me faziam pensar “como alguem vai explicar racionalmente gritos de medo, constrangimento ao errar nomes (o que ja pede por si so uma explicacao) e crises de arrogancia?”. Sim, porque pelo que me lembro, esses droides eram burros. So gritavam “Fire!” e serviam de cenario. Muito estranho.

O comportamento de Anakin no comeco do filme me lembrou demais a personalidade do Igby, de “Igby Goes Down”. E se seguirmos o pensamento Jedi durante a animacao, chegaremos a um debate mental sobre qual Anakin se aproximou mais do lado negro, o de “Clone Wars” ou “Revenge of the Sith”.

As crises de raiva de Ahsoka durante o filme tambem merecem um comentario. Fiquei boquiaberta com a cena em que ela corta a cabeca de um androide, ensandecida com sua traicao e Anakin sorri se divertindo. Outra coisa que nao saquei foi o “Master Anakin”, dito nao so por Ahsoka, mas por Padme tambem (que esta fidelissima a trilogia, chata e intrometida como sempre).

Fora isso, o filme merece os parabens por ser uma inovacao interessante, e funciona muito bem com o publico alvo e fas menos chatos que eu. Obi-Wan esta impecavel, assim como o divertidissimo tio cafetao de Jabba The Hutt. Jabba, que por sinal, esta menos nojento e mais burro do que costumava ser. Palpatine eh a personalidade do filme, so aparecendo em momentos necessarios e fazendo o que tem que fazer com classe. Palmas para ele. Yoda, para variar, nao faz nada de util. Belo contraste, nao?

Uma personagem com pouca importancia explorada no filme foi Assaj Ventress, o que eh uma pena. Poderia ter sido melhor utilizada.

Apos isso tudo, alguns comentarios:

- O tom de azul do sabre de luz de Anakin eh um pouco mais escuro que o de Obi-Wan, o que nao acontece nos filmes.

- O ator Ian McDiarmid deveria processor os animadores pelo terrivel nariz colocado em Palpatine/Darth Sidious.

- Como Padme engravidou? Quero dizer, nunca a vejo com Anakin… e duvido que ele venha dormer em casa durante a Guerra, que so termina no comeco do episodio 3, em que ela conta estar gravida. Muito estranho… abre o olho, Lord Vader!

- O que nos leva a outra pergunta: Como Anakin aguenta? No lugar dele eu tambem fugiria da Padme, mas vamos la, Jedi ou nao, ele ainda eh humano…

- Ahsoka Tano, futuramente conhecida como musa dos hentais de Star Wars e celebridade dos pedofilos. Meu, que roupa eh aquela? E com aquela personalidade? Deus queira que Marcelo Camelo nunca assista a esse filme.

- A cada filme de Star Wars que vejo chego a conclusao que a idade so fez bem a C3PO. Nao que ele seja agradavel na trilogia original, mas desde o Episodio 1 ele se tornou IN-SU-POR-TA-VEL.

- E por ultimo, mas nao menos importante: onde o conde Dooku arrumou aquele capuz na capa (que por sinal ele nao tira desde o episodio 2). Alias, voce ja tinha visto uma capa como a dele com capuz? Deixa o Batman descobrir essa, amiga…


sexta-feira, maio 01, 2009

Som

Descobri ha alguns minutos que tinha o sonho de fazer um post sobre musica. Poderia ser mais completo e longo do que este sera, mesmo que termine com 80 paginas. Vamos la.
Queria postar aqui sobre som, claro, mas em especial 3 musicas que me fazem sentir diferente. Pela letra, musica, entonacao do cantor, o que quer que seja, as considero perfeitas (dentro do meu famigerado conceito de perfeicao). Devem haver muitas mais assim, nao se enganem. O que falta eh conteudo musical mais amplo. A mim.

A primeira (nao ha ordem) eh Beatriz, letra de Chico Buarque, e curiosamente, quando eh cantada pelo autor, soh perde em ruindade para a versao possuida e homicida da Ana Carolina.
(sim, vamos de link outra vez)
www.youtube.com/watch?v=ijslD3bfsbk
Essa eh a versao de Milton Nascimento, a melhor versao (opiniao). Mas, mesmo sendo a melhor, nao eh perfeita. Essa eh a grande graca de "Beatriz". Eh uma musica tao complexa, talvez nao tanto quando falamos de som, mas a letra, a estrutura psicologica para entonar perfeitamente a genialidade que esta ali a complicadissima. Na letra temos frases geniais, de um profundidade entendida por poucos, e o conformismo, fazendo critica e solidarizando, eh o que mais me identificou ali. Alem do nome, o meu preferido. Meus trechos preferidos estao no fim da musica.
Ah, e um detalhe interessante: a nota mais alta acontece com a palavra "ceu", enquanto a mais baixa com "chao". Como cantor, suas letras sao geniais Chico. Um dos meus idolos.

Vamos para a segunda...
Me refiro a "Trem das Sete", Raul Seixas, e duas versoes sensacionais. A primeira, e provavelmente a melhor: www.youtube.com/watch?v=JTaim6jUio8. Qualquer musica cantada por ele tem algo contraditorio, ofensivo a alguns, e ao mesmo tempo uma cumplicidade incrivel. Nessa musica em especial, uma paz fantastica, uma paz pessismista, mas nem de longe deprimente. A letra nao precisa fazer sentido.
A segunda versao eh de Ze Ramalho, outro genio, e como tal, piada no Brasil: www.youtube.com/watch?v=jaCvetGiLEw&feature=related (me perdoem, foi a melhor versao que encontrei no orkut, mas nao se trata da versao dele do cd "Canta Raul Seixas", essa sim, incrivel).

A terceira, eh da quase-cliche banda Rammstein, mas que nao deixa de ser fantastica por isso. Me refiro a musica "Sonne": www.youtube.com/watch?v=fTD8hbXgMW0. Nao prestarei uma ofensa a genialidade da cancao postando qualquer tipo de traducao.
O clipe eh o unico caso que conheco que eh tao perfeito quanto a musica, embora nos leve a temas e pensamentos diferentes dos que teriamos se soh estivessem ouvindo-a.
A critica, o pessimismo, e ao mesmo tempo a nao-depressao estao presentes nas 3 musicas que citei. E essas, sao os maiores exemplos que conheco desse sentimento nao batizado ainda.
Mas voltando a "Sonne" a harmonia da violencia (o contraste foi proposital) com a razao, coisa que so vi em pouquissimas bandas ate agora, de todas as geracoes, e Rammstein, apesar de ter partido para o marketing, sempre conseguiu fazer isso, e eh marca em outras musicas, como Stein um Stein por exemplo.

Se deixei musicas de fora? Claro. Mas nao deixarei de citar "O Teatro dos Vampiros" e "Serenissima" (Legiao Urbana), "Ectasy" (Black Lab), "Avohai", "Banquete de Signos", "Kriptonia", Vila do Sossego e "Jardim das Acacias" (Ze Ramalho), "Audience of One", "Paper Wings", "From Heads Unworthy", "Hairline Fracture", "Heaven Knows", "The Good Left Undone" e "Everchanging" (Rise Against), "Le Vent Nous Portera" (Noir Desir) "Da Lama ao Caos", "Um Satelite na Cabeca" e "Maracatu de Tiro Certeiro" (Chico Science) "Vida Louca Vida" e "O Tempo Nao Para" (cantadas por Cazuza) e 60% de toda a obra de Raul.
E devo dizer que "Aluga-se" de Raul Seixas soh nao entrou nas "3 mais" acima porque estou deprimida demais neste momento para o tipo de genialidade do deboche de Raulzito.
;)

quinta-feira, abril 30, 2009

Dia de Domingo



Domingo! Familiares reunidos na velha casa de fazenda dos Teixeira, e como o Tio Jacob estava num “morre-não-morre” interminável, e nesse fim-de-semana ele se encontrava perfeitamente são, não precisaram de outro pretexto pro churrasco. E combinaram que depois do almoço tirariam uma fotografia com todos reunidos, por ordem de idade, e com Tio Jacob no meio. Seria perfeito!

Muita carne, música alta, crianças correndo, risadas, e claro, Tio Jacob observando a tudo e a todos com seu olhar de censura. Alguns juram que o viram ameaçar o próprio filho com a bengala quando este foi lhe oferecer mais maionese...

Depois de pelo menos quatro “encerramentos” (que nunca eram concluídos, já que alguém sempre lembrava de uma história nova para compartilhar toda vez que qualquer um tentava se levantar), lá vai a família fazer pose na varanda pra tirar a tal foto.

Fabinho, casado com a sobrinha número três, ficou encarregado de trazer uma câmera. Aliás, uma câmera não, a câmera, como gostava de lembrar. Um aparelho de última geração, que ele havia comprado num free-shop no Paraguai, em sua última viagem com a família para ver as cataratas. Ele armou o tripé, posicionou a câmera e...

- Peraí! E eu não apareço?

Silêncio...

- Põe no timer!

Quem sugeriu foi Arnaldo, o sobrinho mais velho. Mas a verdade é que a câmera do Fabinho não tinha timer. Ou, se tinha, ele não sabia utilizar.

- Não tem timer!

A agitação foi geral. Como a câmera mega moderna do Fabinho, aquela que ele se gabou tanto, não tinha timer?

- Eu tiro! – gritou o filho da Maria Amélia, sobrinha número quatro.

- Você fica aqui! – exigiu Maria Amélia, que sabia muito bem dos boatos que corriam na família de que ele não era filho do Beto, seu marido.

Alguém sugeriu que os sobrinhos fizessem um rodízio, e tirasse uma foto cada um, em que ele não apareceria. A idéia foi execrada na hora.

- Bom, eu não vou ficar sem aparecer na foto... – gritou o Fabinho, caminhando para a roda de adolescentes que faziam poses estranhas para a foto.

- Eu sei colocar no timer! – gritou um dos adolescentes.

- Eu também sei! A Malu tem uma câmera igual essa! – gritou uma menina loira no meio deles que ninguem sabia exatamente quem era

- Ninguém bota a mão na minha câmera, principalmente seu filho, Ana Júlia! – urrou o Fabinho, apontando da Ana Júlia, sobrinha número cinco, para o primeiro adolescente que gritou.

- E ninguém vai destratar o meu filho! – berrou o Marcão, marido da Ana Júlia, levantando os punhos.

Barraco. E alguém ainda tinha levantado novamente a questão da verdadeira paternidade do filho da Maria Amélia, que por sua vez começou a chorar ao lado da mesa de talheres, o que só aumentou a revolta do Marcão, que estava despejando palavrões sobre o Fabinho, que o retribuía chamando-o de “careca” e fazendo gestos obscenos. Todos estavam gritando, enquanto os adolescentes aproveitavam pra beber as latinhas de cerveja que sobraram na mesa.

Mas todos ficaram calados instantaneamente quando o Tio Jacob levantou de sua cadeira de balanço, foi andando até a câmera, apertou o botão para tirar a foto e foi para o seu quarto logo em seguida, onde voltou a dormir.

O Fabinho e o Marcão, a família e Maria Amélia e todos os outros se acertaram. E dizem que o Tio Jacob está lá, vivo, até hoje...
:)

sábado, abril 25, 2009

Dicas da Semana (1)

Apos muita espera, enrolacao e sono, finalmente cumpro meu projeto de "Dicas da Semana". Vamos la:

* Achmed www.youtube.com/watch?v=_1d-r_csCGU&feature=related
Ato de Jeff Dunham, com 10 minutos de conversa entre ele e Achmed, um psicotico terrorista fracassado. Piadas mamao com acucar, mas muito bem dispostas pelo texto, em momentos chave.
Ja estou ate pensando em baixar os gritos do Achmed e usar como rigtone...

* Hotel 626 www.hotel626.com
Um passatempo extremamente simples, com Doritos como patrocinador, e foi tudo que foi preciso.
A brincadeira eh essa: de 6 da tarde ate 6 da manha, voce pode jogar. Registre-se (email, nome e senha). Se tiver uma webcam e microfone, melhor ainda.
O jogador passara por situacoes sobrenaturais (e extremamentes cliches e sem logica), com sustos na base do "movimento-inesperado-assustador-quando-voce-esta-com-o-cu-na-mao". Nao que seja facil ficar realmente assustado com os desafios, mas sao divertidos pelo menos. Espere interatividade original, dentro de um oceano de cliches. Vale a pena.

*Homo Erectus www.youtube.com/watch?v=x8Imk7B7s1c&feature=related
Texto do genial escritor Marcelino Freire, interpretado pelo sensacional Paulo Cesar Pereio, com animacoes excelentes de Rodrigo Burdman. Uau.
"Homo Erectus" nos lembra do homem primitivo de varias maneiras, enquanto nos distraimos facilmente com as animacoes de Burdman e a narracao fora de serie do escroterrimo ator. O texto surgiu na epoca em que descobriram um fossil de x zilhoes de anos, mas a imprensa mundial insistia em noticiar sobre um curioso material encontrado na ossada. Genialidade Pura.

* Perolas do Orkut www.perolasdoorkut.com.br/categorias.php
Site util para risadas faceis e surpresas nem sempre agradaveis.
Ora, quem de nos nunca achou algo dessa naipe no orkut? Ta tudo ali. Diversao rapida, mas nem sempre garantida. ;)

* Noir Desir www.youtube.com/watch?v=hIkXK6rxt4c&feature=related
Banda francesa sensacional. Esse link leva ao clipe de "Le Vent Nous Portera", talvez a musica mais conhecida. Recomendo tambem "Comme Elle Vient", do repertorio da banda.
Questao de gosto, mas sou muito fa deles. Ai vai a dica.

* Dazed and Confused en.wikipedia.org/wiki/Dazed_and_Confused_(film)
Filme iconico do comeco dos anos 90. Trata do ultimo dia de aula de uma classe em 1976, mostrando o ponto de vista de varios estereotipos da epoca, com humor e maus exemplos para dar e vender. Divertidissimo e gratificante de se assistir!
Alem disso, tambem teve a participacao de estrelas do cinema atual, como Ben Affleck, Milla Jovovich,
Matthew McConaughey, entre outros. Tambem esta entre os filmes preferidos de Tarantino.
Acho que vale a locacao, nao?

* O Homem do Ano pt.wikipedia.org/wiki/O_Homem_do_Ano
O melhor filme brasileiro que ja assisti, na minha modesta opiniao. Murilo Benicio da um show como "Maiquel", um homem suburbano e pouco inteligente que nao sabe o que fazer quando a bola de neve se torna grande e perigosa demais, principalmente para os seus manipuladores.
Um roteiro genial, baseado na obra "O Matador", de Patricia Melo, com excelente elenco e adaptacao de Rubem Fonseca.
Tambem deixo minha gratidao ao diretor Jose Henrique Fonseca, e a grande atuacao de Natalia Lage, interpretando uma adolescente, e o mais incrivel: convencendo!

:)